Bracara Importadora de Vinhos | 41 3566.1288  -  Vinhos no Varejo em Curitiba

Dicas Do Sommelier – Harmonização de vinhos

O vinho é uma bebida que possui tanto variações nas uvas quanto nos processos utilizados pelos produtores. O resultado final de cada rótulo de vinho é bem diferente um do outro. Assim não só o vinho tinto é diferente do branco, quanto um rótulo é diferente do outro.

O vinho pode ser ácido, doce, adistringente, tanino, encorpado, leve, e ter diferentes combinações destas características. E estas características vão afertar seu paladar na hora de tormar vinho, em um almoço ou jantar. A refeição escolhida pode ou não combinar com o vinho, e esta combinação, se for muito ruim, pode dificultar a apreciação tanto da comida quanto do vinho.

Primeiro entenda que o vinho é parte essencial da composição de um almoço ou jantar, ele também é um dos alimentos, ou ingrediente da refeição, e portanto ele influencia no paladar do alimento e vice e versa, podendo valorizar ou destruir uma receita.

Uma regra básica é: carnes e massas combinam com vinhos tintos, peixes combinam com vinhos brancos. Mas nem sempre. Embora esta seja a base não leve esta regra como uma lei pois você precisa ter alguma flexibilidade. Outra regra básica é que: vinhos sempre combinam com os pratos das regiões de origem.

Um vinho português em geral combina bem com comida portuguesa e um vinho espanhol com a culinária espanhola. A exceção está nos vinhos do novo mundo, como Argentina e Chile, pois são produzidos para o mercado mundial e não para suas regiões de origem.

A partir daí você deve seguir as dicas de combinação vinho x comida abaixo :

Sabor: combine o sabor pela similaridade

Nas carnes você deve usar um vinho mais potente e complexo.
No frango, você deve combinar com um vinho tinto mais frutado
No salmão grelhado você pode tomar um vinho branco leve e refrescante

Acidez: combine a acidez pelo contraste

Para ,assas com ,olho de tomate você pode combinar com um vinho tinto menos acido
Para ,assa com um ,olho cremoso você combina com um vinho tinto mais ácido

Corpo: escolha um vinho que suporte o alimento

Para prato mais leves combine com vinhos mais jovens.
Para pratos mais fortes combine com vinhos encorpados.

Um exemplo, para que você entenda a combinação entre vinho e comida. A feijoada é um prato forte, onde a laranja combina bem. Portanto podemos ter um vinho tinto encorpado com bons taninos, que vai combinar bem com o prato forte, ou também escolher um vinho branco cítrico pois sabemos por similaridade que os sabores cítricos, como o da laranja, combinam com a feijoada.

Desenvolvido por Linha Urbana | Bracara Importadora Ltda © 2018